institucional
programa 1 milão de rodas
voluntários
notícias
agenda de eventos
parceiros
links de interesse
contato


A Fundação BRASILCAMPEÃO seleciona e prepara pessoas apaixonadas e
conscientes para atuar como mediadores de leitura.
Saiba mais >>


Integração entre voluntária e parceiro resulta em novo Projeto

“Nós abrimos novas Rodas aos sábados para que a Renata pudesse continuar com a gente”. A fala é de Cleide Milare, coordenadora da Escola Estadual Octalles Marcondes Filho. Ela faz referência à voluntária e paisagista Renata Terra, que trabalhou com seus alunos de 6º série.

Há um ano, ambas se encontraram por meio do Programa 1 Milhão de Rodas. A primeira trazia o status de parceira da Instituição e a segunda de voluntária. Juntas eram responsáveis pelas Rodas de leitura dentro da escola. Mas elas foram além. “Cleide é cautelosa, mas sempre foi muito aberta”, diz Renata.

E foi com interesse que Cleide abriu o portão da Escola para acolher aos mediadores da Roda. “Gostei muito das pessoas que vieram para cá, porque percebi que elas realmente vestiam a camisa do Programa”, conta a coordenadora. Essa abertura que resultou em uma forte integração entre voluntária e parceiro, dois dos pilares do 1 Milhão de Rodas.

Renata se sentiu tão à vontade, que tomou a liberdade de fazer uma proposta a Cleide: trabalhar no jardim da escola junto aos alunos. A resposta foi um sim imediato. “Ela trabalhava no outro prédio e sempre ficava olhando o jardim, pensando em como melhorá-lo”, lembra Cleide.

jardim

No sábado seguinte, a voluntária retornou a escola acompanhada por uma amiga, arquiteta, que foi estudar a planta do local e fez algumas propostas de transformação. Uma delas é plantar uma palmeira para gerar sombra e possibilitar que a Roda de leitura aconteça no espaço externo da instituição.

Além disso, Renata aproveitou sua viagem ao Peru – para um documentário que está gravando sobre empreendedorismo social – para convidar Joaquim, diretor da ONG Ania – que veio passar um tempo no Brasil – para palestrar na escola para um grupo de professores. Cleide reuniu, principalmente, os educadores de Ciências para acompanhar o bate-papo.

Os princípios do trabalho desenvolvido pela instituição peruana são baseados no tripé “eu”, “minha família” e “sociedade”. De acordo com Joaquim, é necessário pensar no melhor para esses três grupos para que seja possível construir uma sociedade mais amiga do meio ambiente e sustentável.

”O debate de idéias foi muito legal, pois os professores também trouxeram as experiências deles com uma horta que fizeram aqui na escola”, contou Cleide. No entanto, para a implantação do projeto será necessário conquistar patrocínio externo, pois o orçamento não cobre esses gastos.

“Quando o projeto estiver pronto, vamos chamar os pais de alunos e os estudantes da 3º série do Ensino Médio para ajudar na mão de obra”, conta a voluntária, entusiasmada. Outra turma que estará envolvida será a 5º série do Ensino Fundamental, com o auxílio do professor e dos outros alunos mais velhos. “Tenho certeza que esse tipo de ação vai enriquecer muito o projeto pedagógico da escola”, finaliza a coordenadora.jardim2

Rua Geraldo Fraga de Oliveira, 624/628 | Jd. S. Luis - São Paulo - SP | CEP 05843-000 | Fone: 11 5852-5452