institucional
programa 1 milão de rodas
voluntários
notícias
agenda de eventos
parceiros
links de interesse
contato


A Fundação BRASILCAMPEÃO seleciona e prepara pessoas apaixonadas e
conscientes para atuar como mediadores de leitura.
Saiba mais >>


Tarde de Origami, Benefícios Dobrados

Em roda eles deram vida a pássaros, borboletas, estrelas, prédios e letras, tudo colorido, construído na ponta dos dedos. Dobrando pontas e juntando partes, voluntários, funcionários, crianças, jovens e adultos mostraram que origami, dobrar, e kirigami, cortar, também são artes de brasileiros e deram um show de criatividade.

Antes de colocarem as mãos na massa, ou melhor, nos papéis, os participantes integraram um grupo de massagem coletiva, em círculo e de costas uns para os outros, eles tocaram e foram tocados. “É um jeito de observar o outro, de comunicar-se”, explica Liana Yuri, responsável pela oficina. Uma vez relaxados, a entrega às formas, cores e idéias possíveis de dar vida aos origamis e kirigamis aconteceu naturalmente.

É verdade que nem todo mundo mostrou desenvoltura com a arte japonesa no primeiro momento. Ângela Paixão, assistente social do Núcleo de Apoio à Saúde da Família, chegou de mansinho, confessando falta de habilidade manual, mas a arte acabou dobrando o obstáculo e o resultado surpreendeu. “Estava super com medo, achando que eu não ia saber fazer, mas no final foi bem relaxante, fiquei bem feliz”, comemora.

Na outra face do papel aparece Josiane de Paula Matoso, funcionária de uma Ong na Zona Sul de São Paulo. Quem a acompanhou no momento da inscrição foi o lado desajeitado que carrega e não desgruda de sua presença há anos. “Eu sou toda estabanada e o origami é detalhe, concentração, então vim para tentar agregar isto”. Ao final da oficina conta o resultado: “você fica tentando fazer a dobra direitinho, se dedica a deixar retinho, melhora a atenção", comenta.

Fim da atividade Fabiana Mariano, voluntária, saiu da Fundação com ideias para dar vida ao projeto que a equipe da Unidade de Atendimento de Saúde em que trabalha planeja implementar. “O objetivo é levar o orgami e o kirigami aos pacientes que ficam na sala de espera, por que eles ficam agitados, nervosos”. E completa " é um momento de você parar e estar com o outro, é neste espaço que a gente se reconhece e se ajuda”, conclui.

Rua Geraldo Fraga de Oliveira, 624/628 | Jd. S. Luis - São Paulo - SP | CEP 05843-000 | Fone: 11 5852-5452