institucional
programa 1 milão de rodas
voluntários
notícias
agenda de eventos
parceiros
links de interesse
contato


A Fundação BRASILCAMPEÃO seleciona e prepara pessoas apaixonadas e
conscientes para atuar como mediadores de leitura.
Saiba mais >>


Cultura ao alcance do bolso

Para quem reclama que o acesso a eventos culturais e artísticos é muito caro e mantém muita gente do lado de fora, uma boa notícia. São Paulo tem grande oferta de programação gratuita ou com preços baixos para todo tipo de público. Esse é o mote que tem mantido o site Catraca Livre no ar durante os últimos dois anos. E para falar dessa experiência e estimular maior participação do púbico e até a criação de “Catraquinhas”, que a Maratona recebeu a pedagoga Lia Roitburd e a jornalista Biancamaria Binnazi, da equipe do site.

Lia começou o bate papo dizendo que gosta de cachoeira. Bianca prosseguiu falando que adora os dias de sábado. Fabiana adora sair com os filhos, Duda gosta de dormir e Douglas de música. Eliane gosta de ler, Jhony ama a arte e Camila gosta de bagunçar. Sueli gosta do mesmo que Eliane, Maria aparecida gosta de viajar e Roberta adora dançar.

Em seguida, sentados, mas ainda em formato de roda, Lia pergunta quem conhece o site Catraca Livre e aos poucos as mãos se levantavam o que mostrou que a maioria conhecia a iniciativa. No entanto, confessaram não ter hábito de acessar com muita freqüência.

O site nasceu, há dois anos, como uma plataforma multidisciplinar de jornalismo colaborativo. A intenção é mapear pontos culturais na cidade e disponibilizar esse material ao público para que aproveitem os espaços. Neste ano publicaram o Guia Catraca Livre, com esses pontos fixos mapeados e distribuíram a diversas instituições gratuitamente, sendo a Fundação Dixtal uma delas.

Além de divulgar, o site também distribui ingressos para cinema e teatro, entre outras iniciativas. “São mais de duzentos ingressos distribuídos ao mês”, contou Biancamaria. E explicou que, para eles, cultura e educação sempre andam muito juntas e, por isso, as iniciativas estão sempre alinhando os dois assuntos. “O catraca veio para democratizar os meios já existentes”, explicou a profissional.

E de maneira muito didática explicaram como entrar para essa rede de divulgação por meio do site, e montar “catraquinhas”. “Todo mundo pode ser correspondente do Catraca, por meio da nossa agenda colaborativa e montar uma página própria da instituição”, explicou Lia, ilustrando o passo a passo no telão. Por São Paulo ser uma cidade tão grande, o trabalho de mapeamento é bem denso e a correspondência também ajuda na divulgação de novos pontos.

É possível divulgar blogs e iniciativas culturais de qualquer segmento. A única censura, segundo eles, é o valor (tem que ser gratuito ou no máximo de R$ 12) e que seja de fato uma programação cultural – não é possível divulgar liquidações de roupa ou eventos com custo muito alto, por exemplo. Dentro do site é possível ver quais são os links para essas outras iniciativas na cidade. Aproveite e acesse o www.catracalivre.com.br e escolha seu próximo programa cultural. Aproveite e convide sua família e seus amigos.

Rua Geraldo Fraga de Oliveira, 624/628 | Jd. S. Luis - São Paulo - SP | CEP 05843-000 | Fone: 11 5852-5452