institucional
programa 1 milão de rodas
voluntários
notícias
agenda de eventos
parceiros
links de interesse
contato


A Fundação BRASILCAMPEÃO seleciona e prepara pessoas apaixonadas e
conscientes para atuar como mediadores de leitura.
Saiba mais >>


Cultura árabe é tema de Roda

Instituição promove encontros temáticos, em comemoração ao Segundo Festival Sul-Americano de Cultura Árabe

Em parceria com a Bibliaspa (Biblioteca América do Sul – Países Árabes), a Fundação Dixtal desenvolveu, no dia 24 de março, duas Rodas com temática árabe. Os encontros fizeram parte da programação do Segundo Festival Sul-Americano da Cultura Árabe, que tem por objetivo difundir e promover reflexão crítica a respeito desta cultura, e aconteceram na própria sede da instituição.


A primeira Roda aconteceu com público infantil e foi mediada por Andrea Rissardo, coordenadora de Alianças Estratégicas da FD. Estiveram presentes 12 crianças, que pertencem a uma instituição parceria: Becos, Vielas e Letras, no Jardim Ibirapuera. O texto mediado foi Aladim e a Lâmpada Maravilhosa, conto já conhecido por eles, mas trabalhado com ênfase na cultura árabe, trazendo curiosidades, como o pega-pega, brincadeira popular que tem origem nos países árabes.


Já na parte da tarde, o encontro era composto por uma turma de adolescentes e alguns integrantes da equipe da FD. A obra mediada foi a história da Sherazade, que trouxe à tona a discussão sobre a mulher árabe e a visão que a população ocidental nutre a seu respeito. Antes de descobrir o final da história, os participantes se juntaram em duplas e apresentaram possíveis soluções para o drama daquele reinado (ver conto Sherazade).


“Gostei muito de mediar uma Roda com conto árabe. Primeiro porque me fez exercitar o processo dialético que a FD já utiliza em seu discurso, onde o educador também precisa aprender – e não somente ensinar. Eu tive, por exemplo, que entender o contexto cultural árabe, costumes, e descobrir também a real história do Aladin e a Lâmpada Maravilhosa”, contou Andrea, após a mediação.


“Achei excelentes as atividades desenvolvidas e os textos escolhidos porque foram trabalhadas as questões que mais nos importam quando pensamos na mediação de leitura, que são o lúdico e o debate sobre a cultura de um povo”, explicou Zaine Tavares, representante da Bibliaspa.


Aline Viana, 16 anos, participante da tarde, comentou sobre o formato da Roda: “Achei muito interessante, pois é interativa. Não fica só na leitura, também podemos debater. Para mim, acrescentou bastante”. Estudante do 3° ano do Ensino Médio, afirmou que embora tivesse curiosidade, conhecida muito pouco sobre a cultura árabe e a Roda foi um estímulo para que procurasse saber mais.


Gabriela Rocha, colega de sala de Aline que também participou do encontro, compartilha da mesma opinião: “Gostei, principalmente, do espaço para que todos falem, opinem”. As duas só divergem no que consideraram o ponto alto da Roda. Para Aline foi a abertura para construir um final para a história da Sherazade. Já para a segunda, foi ao final do encontro, quando puderam conversar mais sobre curiosidades árabes e ouvir músicas locais.

Rua Geraldo Fraga de Oliveira, 624/628 | Jd. S. Luis - São Paulo - SP | CEP 05843-000 | Fone: 11 5852-5452