institucional
programa 1 milão de rodas
voluntários
notícias
agenda de eventos
parceiros
links de interesse
contato


A Fundação BRASILCAMPEÃO seleciona e prepara pessoas apaixonadas e
conscientes para atuar como mediadores de leitura.
Saiba mais >>


Convite a ser poeta

Grupo de Educação de Jovens e Adultos experimenta criar poesia com baralho de palavras


Há um sem número de comportamentos inerentes ao ambiente escolar. Os risos baixinhos enquanto alguém fala, a leitura vagarosa de quem ainda não se familiarizou com a palavra escrita, a vibração ao terminar uma atividade, os burburinhos, o coleguismo. As palmas entusiasmadas que comemoram os feitos alheios como se fossem seus.

O quarteto de participantes tenta montar versos com o baralho

Às terças-feiras, entre 19h45 e 20h45, os alunos da 3º Etapa da Educação de Jovens e Adultos da EMEF Procópio Ferreira embarcam numa onda de novos aprendizados, conduzida pelos voluntários Harley Meirelles e Patrícia Mansini. No último encontro, jogaram com as estrofes de uma poesia com palavras impressas num baralho colorido. O grupo era composto pela sala inteira, ou seja, 16 alunos presentes. “Desde o começo trabalhamos para que entendam que são um único grupo e que, se eventualmente os separamos, é para melhor desenvolver alguma atividade”, explicou Patrícia, a Paty.


É possível notar que todos os alunos da sala demonstram um bom relacionamento com os voluntários mediadores. E que os alunos reconhecem as particularidades de cada um. “A Paty é mais dinâmica e o Harley gosta mais de trabalhar com poesia”, explicaram os estudantes. E o tempo todo, eles reafirmam essa impressão inicial. “Estou chocada” é uma das frases de Patrícia que já foi tomada pelo grupo.


Os 16 participantes se tornaram quatro grupos para prosseguir com a dinâmica estabelecida na Roda anterior. Na mesa, eles espalhavam as cartas para organizar versos, reunidos em uma estrofe de poesia. “O poeta não está alegre/ Porque não existe vida completa” foi como começou um dos grupos. “Eu sou alegre e canto porque minha vida existe”, montou outro. Os participantes se entusiasmavam a cada frase completa, a cada ponto colocado.


Em um dos grupos sentavam Creusa Macedo, Sivaldo Pereira, Sinara Burger e Maria Vânia. Ao vê-los mexendo com as palavras e pontuações, Patrícia perguntou se algum deles já havia feito uma poesia na vida. Diante da resposta negativa, ela respondeu: “Estão vendo a oportunidade de fazer a primeira estrofe de uma poesia criada por vocês? Isso é muito grande”. Responderam com sorrisos. Esse grupo finalizou a seguinte estrofe: “Eu sou poeta alegre./ Porque existe canto!/ Minha vida está completa?/ Não sou triste e nem sou o instante...”.


Depois da atividade finalizada e de cada grupo ler a sua estrofe – os baralhos são compostos pelas mesmas palavras que podem ser agrupadas de diferentes maneiras – Harley distribuiu a poesia Convite, de José Paulo Paes. Todos os grupos a leram de forma compartilhada e foram aplaudidos. Em seguida, Harley faz uma leitura para todos, com o mesmo texto. “A Roda é nosso momento de alegria”, comentou Maria ao final. Entre o barulho das cadeiras arrastadas, o estralo do beijo de tchau na bochecha dos voluntários. E Sivaldo dá o recado em nome do grupo: “Até a próxima Roda”.


Raio-X:

Turma: EJA – 3° Etapa A

Instituição: EMEF Procópio Ferreira

Horário: Terças, das 19h45 às 20h45

Mediador: Harley e Patrícia

Participantes: 16

Rua Geraldo Fraga de Oliveira, 624/628 | Jd. S. Luis - São Paulo - SP | CEP 05843-000 | Fone: 11 5852-5452