institucional
programa 1 milão de rodas
voluntários
notícias
agenda de eventos
parceiros
links de interesse
contato


A Fundação BRASILCAMPEÃO seleciona e prepara pessoas apaixonadas e
conscientes para atuar como mediadores de leitura.
Saiba mais >>


FBC dá dicas de como elaborar uma mediação

Instituição reforça o conceito de que qualquer livro pode ser lido por qualquer faixa etária

Anualmente, o Governo do Estado de São Paulo seleciona alguns títulos para serem entregues aos alunos da rede pública. Os títulos são escolhidos por série. Para a Fundação BRASILCAMPEÃO, qualquer livro de boa qualidade literária, pode ser lido para qualquer faixa etária, desde que o mediador faça uma ponte entre os conhecimentos de um com o conteúdo do outro. No entanto, quanto mais distante está o leitor do conteúdo do livro, maior o trabalho do mediador em tornar esse processo significativo. Isso acontece porque, os saberes que o leitor leva cada vez que se predispõe a encarar uma leitura nova, vão determinar a maneira que esse diálogo acontecerá.

A seguir, uma sugestão de trabalho com um dos livros indicados ao 6° ano (5° série).

Título: O Poço do Visconde, de Monteiro Lobato

Pré-tarefa:

Como a obra é de um autor nacional e muito famoso, é interessante iniciar contando um pouco sobre quem foi Monteiro Lobato e sua criação infantil mais famosa (O Sítio do Pica Pau Amarelo). Na própria obra, há um pouco da história do autor (capítulo O Inventor de Histórias).

O Poço do Visconde foi escrito como um manifesto do autor em defesa a exploração do Petróleo nacional, em 1948. De lá para cá muita coisa mudou com relação a essa fonte de energia. Para entender melhor o contexto, é interessante levar aos participantes algumas reportagens de como a questão era visto na época e atualmente, com novas fontes de energia disponíveis.

Levante hipóteses sobre o porquê alguém escreveria um manifesto para exploração do Petróleo e identifique o que os participantes já sabem sobre isso (para que é utilizado, para que serve e o porquê é tão importante). Explique que a história que irão conhecer é sobre um poço de Petróleo, justamente o Sítio do Pica Pau Amarelo).

Tarefa e Compreensão:

Inicie a leitura perguntando quais as maneiras de nos informarmos sobre o que está acontecendo no mundo. É possível que muitos mencionem a internet como principal ferramenta. Diga que o Pedrinho, que tem idade semelhante a deles, informava-se por meio de jornais e que ele tinha desenvolvido uma forma para que sua “cabeça pense melhor”. Leia com eles (de forma compartilhada) a primeira parte da história (página 12). Pergunte se concordam com a teoria do Pedrinho sobre ler com as pernas suspensas e como eles se sentem melhor para realizar uma leitura. Deixe que encontrem a posição mais confortável possível e, só então, prossiga com a leitura.

Vá estabelecendo aberturas ao longo da história. Por exemplo: o que é fisiologista? O que é Geologia? Como fazer para perfurar um poço em um sítio? Como eles fariam? E depois de abrir o poço, de que forma utilizariam o Petróleo? Entre outras.

Interpretação:

Como foi comentado no início, hoje há questões sérias sobre o uso do Petróleo devido ao seu impacto ambiental. Sugira que eles pesquisem qual a principal fonte de energia “limpa” do momento e que recontem a história substituindo esse e outros elementos, o local por exemplo. Caso não seja possível acessar a internet durante o encontro, deixe-os pesquisar e monte a nova história na próxima Roda. É essencial que o mediador também faça uma pesquisa para auxiliar na construção do material.

Rua Geraldo Fraga de Oliveira, 624/628 | Jd. S. Luis - São Paulo - SP | CEP 05843-000 | Fone: 11 5852-5452